em cada folha branca um desafio, em cada pincel uma esperança, em cada boião de tinta milhares de sonhos diluidos...

sábado, março 18, 2006

Caderno de esboços

Isto de andar chateado por não se gostar daquilo que se faz profissionalmente, para mim, tem muito que se lhe diga. Não há dia que não me culpe por ainda não ter mandado o emprego às urtigas. Mas, verdade seja dita. Desde que comecei a trabalhar o meu cadernito de esboços engordou. E é incrível o prazer que agora sinto a desenhar aquilo que vejo quando tenho um tempito livre.
Já para não falar da minha consciência: são dos poucos momentos em que não me chateia.




















1 comments:

Anonymous Conde disse...

eu aposto to e mila, acertei?

10:47 da tarde, maio 11, 2006

 

Enviar um comentário

<< Home